Home > Contos > Nosso Primeiro Ménage masculino – By Junior Leal

Nosso Primeiro Ménage masculino – By Junior Leal

Fala Galera!

Por termos um site de relacionamento, o sexocomcafe, muitos casais que estão iniciando no meio liberal ou swing, como quiserem. Me perguntam como rolou o primeiro ménage masculino entre eu minha esposa, Susy Leal.

Gostaria de dizer que agora que já estamos no meio liberal a algum tempo isso é algo que não traz qualquer transtorno ou constrangimento, muito pelo contrário o que rola é muito tesão. Mas, o primeiro… rsrsrs foi foda!

Estávamos nós perdidos em uma casa de swing e ficamos, eu e Susy Leal, bebendo só para não perder o hábito. Estávamos dançando, ingenuamente, sem qualquer pensamento libidinoso… rsrsr e somente curtindo um ao outro. Como a Susy Leal estava sem calcinha (só para variar… kkkk), ali mesmo comecei a dar uma chupada bem gostosa, coisa singela… sem maldade mesmo… kkkkk. Foi aí que chegou o nosso primeiro solteiro. Um cara novo tava meio perdido e tentamos fazê-lo ficar mais a vontade conversando com ele.

Como já estávamos cansados de dançar, e a Susy estava doida para me ver “traçando” uma amiga que havíamos levado. Fomos para um quarto, eu, Susy o solteiro e a amiga, e enquanto a Susy me chupava deliciosamente eu chupava a amiga deliciosamente na mesma reciprocidade, seria sacanagem se eu não fizesse o mesmo… hehehe. 

Até que o solteiro perguntou se poderia comer minha esposa. Foi o primeiro choque da noite… rsrs, nunca havíamos tido um solteiro no meio de nossa transa. Pois bem, eu falei: “vai na fé” rsrs.

Ele até tentou… rsrs. Mas acho que estava “muito nervoso” se podem me entender… hehehe. Também não posso negar que foi um puta alívio naquele momento… kkkkkkkkkkk. Porra! Seria a primeira vez que um outro homem, solteiro, comeria a minha mulher.

Então, voltando a amiga… hehe. A Susy não parava de repetir no meu ouvido: “Come ela! Come com vontade!”. Obediente que sou… rsrs, claro que comi a amiga com muito bom gosto e grado. Ah! quando a Susy me pediu para comer o cuzinho dela. Ô! Foi quase que um sacrifício para mim socar aquele cú delicioso de nossa amiga… rsrsrs. Bem, o solteiro ainda estava tentando algo com a minha esposa. E eu na torcida: “não vai conseguir! não vai conseguir!” e não conseguiu hehehehe.

Saímos do quarto, somente eu e a Susy. E decidimos ficar assistindo um casal num ménage masculino muuuito quente em outro quarto. E a Susy batendo no meu ouvido: “Mô, hoje rola com um solteirinho? Quero dois machos me comendo. Quero um me comendo e quero uma pica na boca…“. Eu fazia ouvido de mercador… rsrsrs.

No entanto, não parava de pensar que quando ela me pediu com tanta vontade para dar um trato nossa amiga, certamente ela já estava tramando algo.

Estávamos andando de bobeira na boate Até que surge outro solteiro (puta que o pariu… rsrs). Mas o cara era maneiro, bom de papo e o melhor de tudo; novo. Novo em tudo! Inclusive no “ambiente”… rsrs

Ficamos conversando um bom tempo. Como o cara era bom de papo e super respeitador. Sem segundas intenções (terceira, quarta, quinta, etc… rsrs). Eu pensei com meus bagos (poderia ser botões, mas vai ser bagos mesmo!… rsrs). “Acho que pode rolar uma parada legal com ele“. 

Eu só ficava sacando a Susy. Ela estava gostando do solteiro. E pensei: “fudeu!! Vai rolar nosso ménage masculino” rsrsrs.

Como naquela época não gostava da idéia de solteiros na “parada”, foi duro! Duro não! Foi foda mesmo!! (rsrs). Mas o cara era muito maneiro e nunca havia feito nada parecido e acabei topando. Afinal, seriamos todos “debutantes”. Ele nunca havia comido uma esposa e eu nunca havia deixado um solteiro comer a Susy… kkkkk 

O cara estava sempre respeitando os limites. Me perguntando se podia, o que podia, estávamos no caminho certo.

Galera, saímos catando um quarto, expliquei pra ele que se alguém se aproximasse da Susy (caso eu não visse) ele pediria para se afastar e pronto! O circo estava armado. Estávamos preparados. Na verdade eu nem estava tanto… rsrs. Mas quem está na chuva é para se molhar… hehehe

Quando demos conta estava a Susy sendo chupada freneticamente pelo solteiro e ela me mamando bem gostoso. Depois passou a chupar o solteiro e eu chupando ela. Até aí tudo bem. Tranquilão! Era como estar jogando damas no parque… rsrsrs.

Então veio a porra da pergunta: “posso comer ela?”. Puta que o pariu!!! Que perguntinha difícil de responder naquela hora… kkkkkkk. A Susy me olhando com cara de “cachorrinha pidona”, sabe aquelas que ficam com olhos baixos, orelha arriada, foi só ilustrativo… rsrs, e nós todos naquela situação. Eu pensando o que respondo? “Sim. Não. Talvez ou somente a cabecinha… kkkk” 

Pois é! Gaguejei e disse sim.

Para melhorar a situação além de ser nosso primeiro ménage masculino havia muitos espectadores. Então nos posicionamos mais no centro da cama, a Susy se posicionou de quatro (tentem imaginar a posição!!!). Ah! Tem fotos dela de quatro… rsrs) voltou a sua famosa “mamada espacial” em mim e o solteiro começou a bombar a Susy… Eu pensava em tudo! No Flamengo perdendo, na vizinha velha fofoqueira, mas não adiantava, pois a Susy estava urrando enquanto o solteiro socava com vontade nela, e para piorar! Ainda pedia com vontade: “Me fode! Me come com vontade! Isso!! Mete!!“. 

Enquanto o solteiro metia com vontade, obedientemente atendendo aos pedidos da Susy, ela urrava eu comecei a refletir sobre a “foda da vida”… rsrsrs. Juro!!

Pensei:

Qual a diferença entre um homem solteiro comendo a Susy de um marido de um casal amigo comendo também?“.

Pois é depois desta reflexão fodástica… rsrsrs. Entrei no clima e já estava até dando uma força. Falava um monte, tipo: “Isso mete com vontade! Ela gosta de pica! A buceta dela é gulosa!” (nem acredito que falei isso… rsrsrs). Em resumo, a excitação passou da razão. E foi “du caralho!!!!” rsrsrsrs

Como estava com o tesão lá no alto, assim que ele acabou. Nem deixei a Susy sair do lugar. Me posicionei atrás dela e comecei a socar com muita vontade! E a Susy dizendo: “agora sim sou uma mulher completa, me fode gostoso enquanto eu chupo ele“. Só sei que gozamos deliciosamente.

Mas é aquela parada que falo com os solteiros, tem que saber chegar. Tem que saber respeitar o casal. Se souber… rola! Sem trocadilhos… rsrsrs.

Abraços galera!
Junior Leal

Depois conto como foi a iniciação real da Susy no bi feminino e a primeira DP (dupla penetração, para os iniciantes… hehehehe)

Sobre Casal Leal

Casal Leal é um casal de verdade que levanta a bandeira da nova revolução sexual, falando abertamente sobre sexo e relacionamentos para quebrar tabus e preconceitos, uma vida liberal sem ciumes, neuras ou frescuras. Mil Beijos e Fortes Abraços Susy Leal e Junior Leal

6 comentários

  1. sou fã de vcs , ainda estou tentando convencer minha esposa e nao sei como. ajudem pls kkkkkkkk

  2. Conheci a pouco tempo o sexo com cafe.. Casal moderno e sem preconceitos ou melhor dizendo LIVRES.. Paranens virei fã.

  3. Oi Susy,sou seu fã,poderia mandar uma foto no meu e-mail?

Faça um comentário

Não se preocupe seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*